24 de abril de 2010

Loucura

O amor é essencialmente loucura. E eu sei vive-lo na perfeição (ou viverei apenas a loucura).

Gosto desta imagem, e transmite-me parte daquilo que eu me permito ser (cega de amor?!).

Depois de tudo, só ficou uma certeza em mim, aquela, em que afirma que o amor verdadeiro não acaba, tal como já escrevi.



É loucura segurar-te na mão quando os teus passos escolhem caminhos errados; caminhos esses que te levam à desilusão e sofrimento.



Não é amor verdadeiro ouvir-te falar das mágoas que a tua "ilusão emocional" fez brotar na tua vida?
Podes contar comigo, digo-te eu com carinho, enquanto o meu coração se revolta contra mim.
Enquanto os meus sonhos voltam a cair no vazio e na irrealidade. Dei passos atrás... em vez de continuar a seguir o caminho que delineei.

Erro fatal ou loucura? Não sei responder.

Talvez seja mesmo amor a mais. Mas, pelo caminho, não posso deixar para trás quem sempre fez parte da minha vida.

E sim, podes contar com as minhas palavras meigas e sensatas, mesmo que ao ouvir-te, o meu Ser se desfaça em pedaços.
Conta-me o que te apetecer.

A ausência não cura, nem o tempo.. isso sim , é uma loucura, em que não devemos depositar a nossa confiança.
O que cura, é resolvermos as pontas inacabadas da nossa história.

E isto, não significa que voltes a ser da minha vida. Porque sei que não voltarás. Mas,
..sei que esta é a menina/mulher que conheço. Aquela que não vira as costas aos problemas e à vida, mesmo que tudo seja um abismo.

Sei que sou louca, mas juro, que serei sempre assim. :)

4 comentários:

VanessaMartins disse...

Gostei ;)

Poetic GIRL disse...

Às vezes queremos enganar-nos a nós mesmos, não querendo encarar o que está evidente... quantos de nós não cai nessa loucura? gostei, bjs

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Cega de amor: a mais bela forma de loucura!
E que seja assim, tuas letras me emocionaram

Bela participação!

Beijo

:)

B* disse...

Obrigado pelos comentários e pela leitura destas simples palavras.