7 de fevereiro de 2012

Sensações

Eu perdi... perdi a voz e tudo aquilo que já fez parte do meu querer. Perdi o calor que me acompanhava nos momentos frios. A mão que me amparava nas quedas e que endurecia a minha armadura; aquela armadura que usava contra os obstáculos..Agora sou somente eu, um Ser comum.Sou um vento só, pó e solidão... gota de orvalho caída e perdida - seca sem dó.sou lembrança do passado,

sou mais uma canção que toca na rádio ao final da tarde...

sou ainda, a prova viva, de que nada nesta vida é para sempre.. até que alguém prove o contrário.
Eu enlouqueço e rendo-me ao medo; sou remexida por lágrimas que agarram o turbilhão de sensações dentro de mim.Fotografias caídas na caixinha de memórias que é o meu coração; longe de nós, sou novamente eu... um vento só que quer ir mais além do presente... um sonho de amor que procura a eternidade da realidade.sou, sim sou a prova que nada nos sentimentos é eterno, que tudo é mais forte que o amor.

Sei sim, perante olhares incrédulos, que a vida não é tão quente e reconfortante como julgamos e,que o amor não tem a forma de um coração.O amor é um muro que nos separa da vida. É uma utopia que nos arranca os sonhos. Não preciso de falsas promessas de amor, e de frases tão utilizadas pelos comuns mortais... "amo-te", é tão somente aquilo que representa para nós a outra pessoa.E esse amor pode medir-se pela coragem e pelo carácter que temos {e pelo que temos para dar aos outros}.Agora sou SÓ. Sou lembrança do passado.

3 comentários:

João disse...

"... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

Tu és o teu maior tesouro, B*. Preserva-o com amor...

S* disse...

Não, não é. O AMOR é o que dá sentido à vida. :)

Leonel disse...

Gostei...